Pitbull ao ser adotado chorando em um abrigo viraliza na internet (vídeo)

Beatriz 17/09/2020 Relatar Quero comentar

Dá tristeza mas, felizmente, foi o detalhe que fez com que esta cadelinha pudesse encontrar uma nova família. Pitbull não é um cachorro bravo é o ser humano que é tão ruim que faz o animal fica ruim, parabéns para quem adotou a cachorrinha! Meu sonho é ter uma mais moro em apto.

Um vídeo de uma Pit Bull “chorando” em um abrigo tornou-se viral, mas, felizmente, ajudou essa cadelinha a encontrar uma casa amorosa. Sarah Sleime estava visitando um abrigo na Carolina do Norte, quando ela se encontrou com esse cão.

Sleime explicou sua reação quando viu a pobre cadela: “Eu estava caminhando para cima e para baixo dos canis, e eu só vi essa Pit Bull sentada lá. Ela era muito humana, caída e muito solene.”

Sleime sentiu a necessidade de se aproximar, então ela inclinou-se e começou a falar com ela. Quando olhou mais de perto, Sleime percebeu que a cadela havia tido filhotes recentemente. De acordo com Sleime, enquanto ela falava, os olhos do animal regavam e parecia que eles se encheram de lágrimas.

A cadela era de porte grande e Sleime sabia que o abrigo em questão não seria capaz de a ajudar. Então, a mulher pegou no seu celular e fez um video, que postou no Facebook. O clipe tem apenas 37 segundos de duração, mas mostra claramente a tristeza do animal. Você pode até ver as lágrimas se formando em seus olhos.

Sleime também incluiu um título sincero: “Alguém despejou essa pobre mãe no abrigo, menos os bebês dela. Toda vez que eu parava para falar com ela e dizia que eu sentia pesar, seus olhos se enchiam de lágrimas.” O vídeo foi muito mais eficaz do que o Sleime poderia ter imaginado… “Pouco eu sabia que o vídeo seria visto 700.000 vezes no primeiro dia.”

Muitos foram os interessados em adotá-la, mas foi Meghan Shelton, uma amiga de Sleime, que acabou por acolher a cadela. “Eu tenho um lugar especial no meu coração para Pit Bulls. Eu acho que eles são muito mal interpretados e uma raça incompreendida.”

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar