Em ato de desespero, Bolsonaro pede jejum para livrar o Brasil do coronavírus

Matérias Oficiais(+10% Clicks) Yasmim 04/04/2020 Relatar Quero comentar

Em meio à pandemia mundial do novo coronavírus e o aumento de casos no Brasil, o presidente da República, Jair Bolsonaro, em um ato de desespero considerando o país ser laico, afirmou na noite desta quinta-feira (2) que vai atender a um pedido de apoiadores evangélicos e católicos.

O presidente da República vai convocar toda a população para fazer um dia de jejum, como uma maneira de livrar o Brasil do novo coronavírus.
Essa fala de Jair Bolsonaro aconteceu durante uma entrevista concedida para a Rádio Jovem Pan, dizendo ainda para o povo tomar cuidados básico para evitar a contaminação, que todos precisam continuar com suas rotinas, mas é para ter fé e acreditar em Deus.

“Paz, tranquilidade. Para quem tem fé, papai do céu está conosco. Acredito em Deus. De acordo com a decisão aqui de evangélicos e católicos, eles têm pedido para mim para que a gente possa marcar um dia de um jejum de todo o povo brasileiro para a gente ficar livre deste mal [coronavírus] o mais rápido possível”, disse Jair Bolsonaro.
O presidente não perdeu a oportunidade de dizer mais uma vez da histeria em torno da pandemia, falando ainda que não estão morrendo pessoas do grupo de risco. Bolsonaro provoca mais uma vez governadores, deputados, prefeitos e senadores a encontrar com o povo na rua.

O presidente diz ainda que o país passou por muitas gripes mais graves no passado e venceu, dizendo que não é hora de se apavorar, exemplificando ainda que na sua comitiva 20 pessoas ficaram infectadas, mas todos se curaram.

Comentário do usuário