Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência para você se apaixonar!

Amélia 08/09/2020 04:18 Relatar

Cachorro e gato: você pode ter os dois juntos sem nenhum problema

Você não precisa escolher entre ter um gato ou cachorro. Para criar uma harmonia entre os animais, é necessário entender, antes de qualquer coisa, que eles são diferentes entre si. Essa afirmação é até óbvia, mas faz toda a diferença. Depois disso, algumas coisas precisam ser colocadas em prática para que essa convivência seja saudável e harmoniosa para todos. Vamos às dicas:

1. Não deixe o cachorro fazer o gato de brinquedo

Alguns cães ficam tão eufóricos com gatos que podem ter algumas brincadeiras mais brutas. Como são menores, dependendo da maneira que se brinca, pode ocorrer algum acidente. É importante supervisionar a brincadeira entre os dois: “A convivência é a melhor maneira de ensinar, naturalmente, que o outro animal não é um brinquedo. Caso exista uma exceção, o ideal é tirar o foco do gato e substituir por brinquedos de verdade, algo que o cão goste muito mais”, explica Max. Com o tempo, o cão vai entender e aprender com o gato a melhor forma de se divertir. Se você não se sente capaz de fazer essa adaptação do cachorro com o gato, procure um .

2. Invista em difusores de feromônios para acalmar os pets

Já existe no mercado pet alguns difusores que liberam essências (feromônios) para acalmar cães e gatos. Esse produto é indicado por comportamentalistas para adaptar os animais e deixá-los mais calmos em diversas situações. No caso do ambiente ter cão e gato, é importante ter um produto específico para cada, já que um não é capaz de sentir o cheiro do hormônio liberado pelo produto do outro.

3. Leve em consideração a idade do gato e cachorro

Se você tem um gato adulto ou , a adaptação com um cachorro filhote pode ser mais difícil. Isso porque provavelmente o gatinho não terá o mesmo nível de energia que um filhote. A adaptação pode ser mais fácil entre um gato idoso e um cão idoso, por exemplo, já que ambos costumam ser mais calmos. No caso oposto, um cão adulto pode se adaptar facilmente com um felino filhotinho. Ainda existem casos em que a cadela adulta trata o gatinho como seu próprio filho. Por isso, é importante pensar nesses fatores antes de um novo bichinho.

4. Divida o ambiente: um espaço para o cachorro, gato em outro local

De início, para facilitar a adaptação, você pode deixar os animais separados para que se cheirem e se conheçam aos poucos. Uma ideia é fazer carinho em um e levar a mão para que o outro cheire, assim eles vão se acostumando um com o outro. É importante também separar os espaços de cada um, colocando a  em um local e a do cão em outro. Se for sair, não deixe os seus animais juntos, evitando assim comportamentos agressivos na sua ausência, principalmente do cão: “Caso haja comportamento agressivo, o cão deve ser repreendido no momento exato ao ocorrido. Seguindo a linha comportamental, é preciso socializar o cão aos poucos”, orienta o adestrador.

5. Dê a mesma atenção para o gato e o cachorro

É fundamental dar a mesma atenção e carinho para todos os animais da casa. Os bichinhos conseguem sentir quando são deixados de lado e podem se frustrar demais com isso. Eles devem entender que um não é melhor que o outro e que os dois são amados da mesma forma. Quando estiver fazendo carinho no gato, cachorro não deve ser deixado de lado. Quando você oferecer , ofereça também ao gato.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 yeereader.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.