Atriz de 'Full House' e o marido são condenados por fraude nos EUA

Pareja-Artigo e vídeo. 23/08/2020 Relatar Quero comentar

Lori Loughlin e o estilista Mossimo Giannulli pagaram cerca R$ 2,8 milhões em suborno para facilitar a entrada das duas filhas em universidade

Lori Loughlin, que ficou conhecida por participar da série , e o marido, o estilista Mossimo Giannulli, foram condenados à prisão. Os dois confessaram o pagamento de US$ 500 mil (R$ 2,8 milhões) em suborno para facilitar a entrada das duas filhas na Universidade do Sul da Califórnia. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (21) pelo canal de notícias CBS.

De acordo com a publicação norte-americana, a artista deve cumprir dois meses em regime fechado e o companheiro cinco meses. O julgamento foi conduzido por um juiz distrital e as audiências realizadas por meio de videoconferência devido à pandemia do novo coronavírus. A decisão acontece cerca de três meses após o casal admitir as acusações. 

O procurador Justin O’Connell teria criticado a atitude do casal. Loughlin "estava focada em conseguir o que queria, não importa como e a qualquer custo". Por fim, ele afirmou o papel da sociedade civil na redução das desigualdades. "Todos, independentemente do seu status, são responsáveis ​​em nosso sistema de justiça".

Durante o julgamento, o estilista Mossimo Giannulli se demonstrou arrependido e lamentou os danos causados, principalmente, à família. "Lamento profundamente o dano que minhas ações causaram às minhas filhas, minha esposa e outras pessoas. Estou pronto para aceitar as consequências e seguir em frente com as lições que aprendi com essa experiência", disse Giannulli. 

Momentos antes de revelar a sentença, de acordo com a CBS, o Juiz classificou a ação como "crime motivado por arrogância. Definido por arrogância desenfreada e orgulho excessivo" diante de uma sociedade que ainda enfrenta muitas desigualdades sociais. 

Comentário do usuário